Páginas

sábado, 19 de janeiro de 2013

Como amenizar os efeitos do “jet lag”

Antes de embarcar no avião, confira dicas para driblar o desconforto causado pela diferença de fuso horário



Foto: Getty Images
 
Para se restabelecer da mudança de fuso horário, é necessário um dia para cada diferença de hora
Em uma viagem de longa distância para o exterior, além de passar horas em um espaço apertado dentro do avião, o corpo ainda sofre com a fadiga causada pela repentina mudança de fuso horário, o chamado jet lag.

Economize espaço na mala

Veja como arrumar pertences e roupas para deixar a bagagem mais organizada

Fazer a mala de viagem é considerado por muitos uma arte. Além de avaliar o que deve ser levado, sem excessos nem falta, organizar as roupas e acessórios para economizar espaço pode ser fundamental. Afinal de contas, a volta sempre fica mais pesada, e a bagagem acaba contando com lembrancinhas e outros apetrechos adquiridos no destino de férias.
Para facilitar a vida de quem já está praticamente com os pés no carro, barco ou avião, o iG Turismo dá dicas para tornar a tarefa bem mais fácil. Confira.


Foto: Thinkstock
Selecione bem as roupas e acessórios que realmente precisam ser levados, sem exageros

Dividindo os pertences
Antes de se deixar levar pelo desejo de comprar aquele enorme nécessaire que viu na loja, pense duas vezes: a organizadora pessoal Lucy Mizael diz que não é preciso exagerar. “Frasqueira de mão para as mulheres e nécessaire para os homens podem carregar os produtos de higiene pessoal”, diz ela. “Não leve o estojo completo de maquiagem: selecione conforme o clima, destino e ambiente que irá frequentar”. O mesmo vale para as bijuterias e joias. Pequenos saquinhos são bem-vindos também porque podem ser colocados em vários cantinhos da mala. Mas é preciso ter atenção para não esquecê-los no quarto do hotel na hora de voltar para casa.

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

Aproveite ao máximo sua viagem

8 dicas para curtir seu destino gastando pouco e fugindo da horda de turistas


Foto: Felipe Carneiro 
Para fugir dos programas turísticos converse com os moradores locais

1- Antes de viajar, procure saber quais são as datas comemorativas do lugar a ser visitado, além de festas, festivais, shows, temporadas artísticas e outros eventos que se repetem. Assim, você pode aproveitar melhor a cultura local.
2- Ao chegar ao destino (na rodoviária ou aeroporto), procure o centro de informações turísticas e pegue um mapa da cidade, além de panfletos com a programação cultural. Procure andar com o mapa durante toda sua estadia. Ele faz você economizar um tempo precioso.
3- Ainda que você não tenha o hábito de usar agenda, procure fazer uma com os passeios que quer fazer e lugares que pretende visitar. Anote endereço, telefone e horário de abertura dos estabelecimentos. Assim, o dia e sua viagem rendem muito mais.
4- Ao visitar lugares turísticos, como museus e teatros, prefira o primeiro ou último horário e evite a todo o custo os fins de semana. No caso de museus, é comum que em um dia da semana o ingresso seja gratuito. Procure saber qual é para economizar.
5- Se quiser sair dos programas turísticos (altamente recomendado!), converse com os moradores locais e peça dicas de lugares legais, mas pouco conhecidos.
6- Procure fazer com guias apenas passeios como trilhas, visitas a cachoeiras e cavernas e outras atividades que envolvam riscos naturais. Normalmente há agências locais que oferecem o serviço, assim como guias locais (em geral um nativo treinado e credenciado por órgãos públicos e instituições de fomento ao turismo). Escolha um ou outro, mas não se aventure sozinho por lugares que você não conhece e que oferecem risco.
7- Quando for necessário contratar uma agência para fazer algum passeio local, peça para ser encaixado em grupos pequenos – e torça para que nele não haja nenhum turista reclamão ou tagarela, que azedam qualquer viagem.
8- Nas cidades litorâneas, é comum que pequenas agências organizem passeios a ilhas, vilarejos e comunidades. Os guias costumam ser comissionados para levar você a restaurantes específicos e a lojas de artesanato, por exemplo. Se isso não estiver no pacote da agência, não se sinta pressionado a ir ao restaurante ou loja que o guia indicar. Quem tem o compromisso da comissão é ele, não você.

Fonte: IG

terça-feira, 13 de dezembro de 2011

Passaporte

 Para se fazer viagens internacionais, é precisso passar pela alfandega do aeroporto ou porto de destino onde sera exigido o passaporte, pois é o unico documento que mostra sua cidadania legal em países extrangeiros.

 

Para se tirar este documento voçe deve entrar em contato com a unidade da policia federal mais proxima de sua casa para fazer o agendamento prévio,em alguns casos não é precisso. Este procedimento pode ser feito atraves do site DPF e clickar na opção " Requerer emissão de passaporte" www.dpf.gov.br


Existem dois tipos de passaporte

* Modelo comum (padrão ICAO, cor azul)
* Modelo antigo (padrão não-ICAO, cor verde)
* O titular do passaporte de cor verde poderá utilizá-lo regularmente até a data de vencimento do mesmo. A taxa de concessão de passaporte comum ICAO, cor azul, é de R$ 156,07 e a do passaporte antigo (cor verde) é de R$ 89,71.
* A multa por não apresentar o documento anterior (válido ou não) é o dobro do valor cobrado pelo novo passaporte. No caso, a taxa de concessão do modelo comum ICAO, cor azul, se tornaria R$ 312,14 e a do modelo antigo não-ICAO, cor verde, seria de R$ 179,42.
* Por fim, compareça ao posto do DPF munido da documentação original exigida (veja abaixo), GRU paga e protocolo da solicitação. Em algumas unidades do DPF, é necessário fazer o agendamento prévio. Verifique no site (http://www.dpf.gov.br/sinpa/jsp/agenda/agendamento/paginaInicial.jsp) se é preciso agendar o atendimento no posto escolhido.
O prazo de entrega do passaporte é de seis dias úteis. As coletas de fotografia, digitais e assinatura serão realizadas nas dependências do DPF, por meios eletrônicos.



Documentos exigidos

* Carteira de identidade (RG)
* Certidão de casamento atualizada para as pessoas que tiverem o nome alterado em razão de casamento, separação ou divórcio
* Título de eleitor e comprovantes de que votou na última eleição (dos dois turnos, se houve). Na falta dos comprovantes, é necessário apresentar uma declaração da Justiça Eleitoral de que está quite com as obrigações eleitorais ou uma justificativa eleitoral
* Documento que comprove quitação com o serviço militar obrigatório, para os requerentes do sexo masculino a partir de 1º de janeiro do ano em que completam 19 anos até 31 de dezembro do ano em que completam 45 anos
* Certificado de naturalização, para os naturalizados
* Comprovante de pagamento da taxa em reais, por meio da GRU (Guia de Recolhimento da União), sendo necessário o CPF do requerente ou responsável, código da receita e da unidade arrecadadora conforme tabela das receitas existente na própria guia
* Apresentar o passaporte anterior, quando houver (válido ou não). A não apresentação deste, por qualquer motivo, implica em pagamento da taxa em dobro
* O brasileiro que tiver seu passaporte válido inutilizado por qualquer repartição consular ou de imigração estrangeiras, no Brasil ou no Exterior (por negativa de visto ou deportação), não está impedido de requerer um novo passaporte. Basta apresentar o passaporte, válido ou não, para cancelamento.


Fonte: Departamento de Polícia Federal

domingo, 11 de dezembro de 2011

Dica de Turismo

 Uma dica de turismo bastante interessante para se fazer na sua propria cidade é o turismo aéreo.
 Decole conosco e conheça o mundo de cima.
     Por Rafael B. araujo
     agente da RBA


 O turismo Aéreo é realizado através de um voo panoramico sobre a cidade.Conhecendo de cima os principais pontos turisticos, alem de desfrutar do voo que é muito emocionante e na maiorias das vezes radical se feito em um ultraleve.


 O passeio pode ser encontrado na maioria das cidades Brasileiras que possuem um aeroclube, basta consultar o mas proximo da sua casa e se informar para maiores detalhes.
  Voçe ainda pode escolher entre fazer o voo de helicoptero,ultraleve ou de Avião, mas fique atento aos preços, os voos de helicopteros e ultraleve costumam ser mais caros, porem não é nada que so rico possa fazer, o preço é unico e pode ser dividido entre os amigos ou familiares, um voo de avião por exemplo pode ser feito por 150 reais, podendo ser dividido entre tres amigos ficando ao preço de 50 reais por pessoa.

















Caso seja de sua preferencia fazer este tipo de turismo mas acha que ainda não tem todas as informações necessarias, voçe pode entrar em contato conosco, e vamos ter o prazer de sanar todas suas dúvidas.





sábado, 10 de dezembro de 2011

Apresentação

 É com enorme prazer que anunciamos a criação deste blog de turismo para toda família viajar e conheçer os prazeres do mundo sem sair de casa!
  A RBA Turismo ira agracia-los todas as semanas com notícias, lindas imagens,dicas e recomendações de excelentes lugares para se viajar, aproveite.



Postagens recentes